FAQs

Como é que fazem chegar água às comunidades?

O Thirst Project trabalha diretamente com os governos dos vários países que ajuda, tem representantes nos ditos países e através deles contrata empresas locais (de forma a ajudar também a economia desses países) que vão às comunidades e constroem os furos de água potável.

Quantas pessoas serve um furo?

Um furo de água potável instalado pela nossa equipa serve cerca de 500 pessoas.

Quanto tempo dura um furo?

Um dos factos mais devastadores e menos comentados é que a taxa de falhas de furos implementados por ONGs estrangeiras apenas no continente africano (sem contar com o sudeste asiático, a América do Sul ou a América Central) é de mais de 60% dentro do primeiro ano! Este facto é alarmante e deve-se principalmente à falta de envolvimento da comunidade, aliada à falta de treino e com processos técnicos que são negligenciados e deixados de fora durante o processo de construção de furos por muitos grupos. Por esse motivo, o Thirst Project trabalha incansavelmente com o seu Comitê Técnico de Projetos de Água para estabelecer padrões incrivelmente rigorosos de sustentabilidade que determinam a forma como se constrói furos para garantir que os mesmos duram. Obviamente, só temos uns quantos anos de dados para usar, mas se os nossos processos e sistemas forem seguidos, os furos implementados pelo Thirst Project deverão durar 40 anos ou mais.

Também financiam furos em Portugal?

Tanto a crise de água como a pobreza são relativas. Até os nossos sem abrigo em Portugal têm acesso a água potável e segura através de equipamentos públicos, como bebedouros e casas de banho. Ninguém morre de cólera, disenteria ou diarreia aqui em Portugal. Escolhemos concentrar os nossos esforços nos casos em que a vida humana é ameaçada como resultado de doenças transmitidas pela água causadas pela falta de acesso a água limpa e segura, que, felizmente, é uma situação pela qual em Portugal ninguém realmente passa.

Quanto tempo tem o Thirst Project?

O Thirst Project surgiu nos Estados Unidos em 2008 e no ano de 2018 chegou a Portugal ainda em fase de testes. Foi oficialmente criado no nosso país em 2019.

O que distingue o Thirst Project das outras organizações?

O Thirst Project é a única organização relacionada com a água que se dedica exclusivamente a educar os jovens sobre a crise da água mundial e a equipá-los com as ferramentas necessárias para a terminar.

Quais os países que o Thirst Project já ajudou?

O Thirst Project nos Estados Unidos já ajudou 13 países desde a sua formação em 2008. Quénia, Uganda, Etiópia, Eswatini, Gana, Nigéria, Somália, Zimbabué, Índia, Colômbia, El Salvador, Filipinas e Haiti. Já o Thirst Project Portugal comprometeu-se a focar o seu esforço para ajudar o reino de Eswatini.

Quais as doenças provenientes da ingestão de água contaminada?

A ingestão de água contaminada pode-se traduzir em várias doenças, entre elas: Febre tifoide, E.Coli, Salmonela, Schistosomiasis, Minhoca da guiné, Cegueira, Tracoma, Cólera, Hepatite, Dengue, Diarreia, inúmeros problemas crónicos e ainda abortos espontâneos.

Posso fazer um trabalho sobre o Thirst Project Portugal?

Claro que sim! Temos imensos alunos a pedirem entrevistas à nossa equipa ou a querer mais dados sobre a crise de água mundial para trabalhos de escola ou faculdade, manda um email para geral@thirstproject.pt e alguém te vai responder o mais rápido possível!

Pronto para salvar vidas?

1€ dá um ano de água potável a duas pessoas.  25€ dão água a uma pessoa para o resto da sua vida, 100€ a uma família e 12.000€ a uma comunidade inteira. Quantas vidas vais salvar?