ÁGUA

ÁGUA

Porquê água

Doenças provenientes da água matam mais crianças por ano do que a SIDA, a malária e toda a violência mundial combinadas! As crianças mais pequenas geralmente não têm um sistema imunitário suficientemente forte para combater doenças como a cólera, a disenteria ou a esquistossomose.

Além disso, o acesso a água potável também desempenha um papel crítico no tratamento de HIV/SIDA nas comunidades rurais. Uma pessoa com HIV/SIDA, mesmo que tenha acesso a tratamento médico ou medicação antirretroviral, quando forçada a beber água de fontes contaminadas, será morta mais depressa pelas doenças provenientes dessa ingestão do que pela própria SIDA.

Mulheres e crianças de comunidades subdesenvolvidas andam, em média, 6 km por dia para ir buscar água, o que demora cerca de 6 a 8 horas. Além disso, esta água geralmente está contaminada. O tempo gasto a realizar esta tarefa impede que as crianças vão à escola e tenham uma educação ou que as mulheres trabalhem para contribuir para as suas comunidades.
Um jerrycan cheio de água pesa aproximadamente 20 kg e o seu transporte é fisicamente muito exigente, causando vários problemas de saúde. Muitas mulheres sofrem de desidratação ou desenvolvem fadiga crónica. Mulheres grávidas podem ter abortos espontâneos. O tempo perdido a caminhar por água impede que as mulheres tenham melhores oportunidades de emprego para sustentar a sua família. Com uma fonte de água potável por perto, as mulheres passam a poder contribuir de forma mais eficiente para o sustento da família e para o desenvolvimento económico da comunidade.

A SOLUÇÃO?

O nosso método preferido para implementar no campo são os furos de água doce com bombas manuais. Não vendemos grandes soluções, ou os mais recentes e mais caros esquemas, mas sim coisas simples que funcionam.

Existem vários métodos e tecnologias diferentes para fornecer soluções para a crise de água mundial, mas este método é sem dúvida alguma o mais sustentável. Os furos de bomba manual não dependem de nenhuma fonte externa de energia. Não dependem da capacidade das comunidades de pagar pelos custos contínuos de combustível para operar um gerador e não dependem de painéis solares não confiáveis, que frequentemente se estragam (difícil reparação) e são de alto risco de roubo. Ao contrário de tantas “melhores e mais recentes” tecnologias, que geralmente dependem de peças que não podem ser de origem local e tecnologias que exigem especialistas indisponíveis nas áreas rurais onde trabalhamos; com os nossos furos os membros da comunidade podem ser treinados para os manter e reparar nas próximas décadas.

Os furos construídos pelo Thirst Project consistem em buracos de 60 a 90 metros até às camadas freáticas, com vários filtros pelo caminho e uma bomba manual para puxar a água, os habitantes só têm de dar à bomba e a mesma puxa água do subsolo, passando-a por vários filtros, e chegando à superfície limpa e pronta para consumo.

PROGRAMA W.A.S.H

WATER (ÁGUA)

A água potável pode reduzir as mortes relacionadas com este recurso em até 21%.

SANITATION (SANEAMENTO)

O Thirst Project garante que cada comunidade em que constrói tem latrinas para saneamento adequado e um descarte seguro de resíduos, a fim de eliminar práticas de defecação a céu aberto. Isto pode reduzir as mortes relacionadas com a água em até 37,5%.

HYGIENE (HIGIENE)

Cada comunidade em que trabalhamos é também treinada pela nossa equipa em técnicas adequadas de higiene para impedir a propagação de doenças transmitidas pela água. Os ensinamentos dos nossos profissionais de higiene podem reduzir as mortes relacionadas com a água em até 35%.

MAIS DO QUE H20

SAÚDE

Ao disponibilizar água potável a uma comunidade, as taxas de doença podem decrescer 88% do dia para a noite! A mortalidade infantil pode cair 90% – do dia para a noite!

COMIDA

Globalmente, a agricultura é responsável por 70% do consumo de água. Com uma fonte próxima de água limpa, as comunidades podem cultivar localmente alimentos de melhor qualidade e de forma sustentável.

EDUCAÇÃO

Quando construímos um furo numa comunidade as crianças deixam de passar os seus dias a ir buscar água e podem-se concentrar na escola e na sua educação para futuramente contribuírem melhor para a economia do seu país.

ECONOMIA

Mulheres que já não gastam longas horas a ir buscar água podem agora arranjar um trabalho e contribuir economicamente para as suas comunidades.

Pronto para salvar vidas?

1€ dá um ano de água potável a duas pessoas.  25€ dão água a uma pessoa para o resto da sua vida, 100€ a uma família e 12.000€ a uma comunidade inteira. Quantas vidas vais salvar?